jornal-peruibe-pontos-turisticos-abandonados-mirante-ruinas-do-abarebebe-lamario-peruibe

PONTOS TURÍSTICOS DA CIDADE TAMBÉM ESTÃO EM TOTAL ABANDONO!

Quem pretende conhecer pontos turísticos de Peruíbe tende a se decepcionar. As Ruínas do Abarebebê e o Lamário estão em abandono. A Reportagem viu que, no feriado da Independência, as ruínas estavam de portas fechadas. O Lamário, aberto, mas não se faziam aplicações do produto.

jornal-peruibe-lamario-pontos-turisticos-peruibe

“O Lamário ainda está aberto pelo esforço das pessoas que trabalham lá, pois a estrutura não funciona”, lamenta o gestor de projetos da Caiçara Expedições, Renato Marchesini, agência especializada em turismo receptivo na região.

Segundo ele, o problema é antigo e se estende a outros pontos turísticos da Cidade. Acompanhado de um grupo que fazia turismo em Peruíbe, já deu de cara com as portas fechadas e o abandono dos lugares. Não só nas ruínas, mas também no Mirante.

“Do Mirante, é possível ter uma visão espetacular da Cidade. Isso é um reflexo de gestões não profissionais que não enxergam o turismo como meio de trazer renda para a Cidade. E isso tem acontecido nas cidades da Baixada”, diz.

Marchesini acredita que problemas teriam solução simples, com uma equipe de zeladoria de até cinco pessoas cuidando da manutenção de todos os espaços municipais

Prefeitura

Apesar dos problemas citados nesta reportagem, a Prefeitura respondeu, em nota, que o Lamário funciona normalmente.

Quanto às ruínas do Abarebebê, informou ter suspendido um projeto de melhorias por falta de dinheiro. Mesmo assim, reabrirá a visitação ao local em dois meses.

Quer acompanhar todas as noticias que acontecem em Peruíbe? Curta nossa página no Facebook

JORNAL PERUÍBE: Uma viagem pela terra da “Eterna Juventude”…

Fonte; http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/litoral-sul-e-vale/pontos-turisticos-de-peruibe-estao-abandonados/?cHash=7baea8b3904f9aa3ee263e1793cfb5b0

Uma ideia sobre “PONTOS TURÍSTICOS DA CIDADE TAMBÉM ESTÃO EM TOTAL ABANDONO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *