jornal-peruíbe-escola-carmem-interditada-em-peruíbe

ESCOLA NO CARAGUAVA, TEM FUNCIONAMENTO CONDENADO PELA INSPEÇÃO!

Escola em Peruíbe não oferece segurança, diz representante da CIPA – EMEF Carmem Cleuser Fraga Pimentel está com as paredes trincadas, vigas expostas, teto caindo e mofo!

Paredes trincadas, vigas expostas e buracos no teto. A destruição da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Carmem Cleuser Fraga Pimentel, no bairro Caraguava, em Peruíbe, contrasta com o objetivo de gerar e construir conhecimentos. Segundo professores e representantes da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), o local não oferece a menor condição para o ensino, pois causa insegurança e risco a estudantes e profissionais da unidade.

No começo do mês, o teto de um banheiro no pátio da escola desabou e, por sorte, não atingiu nenhum adolescente. As pias, no entanto, foram quebradas. “Eles interditaram o banheiro, mas esse não é o único problema. A estrutura das pilastras e paredes estão com rachaduras. Na cozinha, onde são preparadas as merendas dos alunos, há muito mofo”, diz  Luciana Castellan Vieira, membro da Cipa da Cidade.

De acordo com ela, cerca de 550 estudantes passam pela unidade, que funciona das 7 às 17h30. Para evitar que os jovens e profissionais continuem em um prédio com estas condições, a diretoria tomou todas as providências cabíveis. “Mandaram memorandos e oficiaram a Prefeitura, mas nada aconteceu”.

A Cipa foi chamada ao local onde realizou inspeção e constatou que a escola não oferece segurança. “Também oficiamos a Prefeitura e nesta terça-feira (21) protocolaremos uma denúncia no Ministério Público (MP)”.
Mais problemas
Apesar de informar que o caso mais grave é o da EMEF Carmem Cleuser Fraga Pimentel, Luciana conta que outras unidades também apresentam problemas. A EMEF Prof. Fernando Nepomuceno, no bairro Flórida, por exemplo, parou a obra pela metade.

“Faz dois anos que o serviço começou e foi paralisado. O banheiro e quadra não foram finalizados e o muro da escola está pela metade”. Nessa escola, assim como em outras, a representante da Cipa diz que há goteiras nas salas e não foram instaladas as telas de proteção contra pombos nas janelas.

Resposta

Em nota, a Prefeitura informa que a área apontada na reclamação encontra-se interditada pela Secretaria de Obras da Prefeitura. “Já existe uma licitação para a contratação de empresa que deverá proceder os reparos necessários”.

Quer acompanhar todas as noticias que acontecem em Peruíbe? Curta nossa página no Facebook

JORNAL PERUÍBE: Uma viagem pela terra da “Eterna Juventude”…

Fonte: http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/litoral-sul-e-vale/escola-de-peruibe-nao-oferece-seguranca-diz-representante-da-cipa/?cHash=a44c157f87489b2ee4cc54a2c215eb00 Fotos: Luciana Castellan/Via WhatsApp

Uma ideia sobre “ESCOLA NO CARAGUAVA, TEM FUNCIONAMENTO CONDENADO PELA INSPEÇÃO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *