jornal-peruibe-furaco-matthew-ricardo-barros-banda-cilindro-peruibe

RICARDO BARROS, MORADOR DE PERUÍBE, RELATA O TERROR DO FURACÃO NA FLÓRIDA EUA – MATTHEW

Um brasileiro que mora em uma cidade da Flórida relata as preparações que ele e outros moradores tiveram que tomar para se prevenir contra a chegada do furacão Matthew, que deixou mais de 450 mortos no Haiti. De acordo com a companhia de energia da Flórida, 475 mil clientes estão sem energia elétrica por conta da passagem do furacão nesta sexta-feira (7).

O vocalista Ricardo Barros é de Peruíbe, no litoral de São Paulo, mas mora há dois meses em Boca Raton, cidade localizada a 75 km de Miami. Em entrevista, ele  afirma que todos tiveram que vedar as janelas para tentar evitar que os fortes ventos as danificassem. “Todas as janelas que dão para a sacada estão com fitas. Caso estoure o vidro, ele não voa. Além disso, temos proteções contra furacão na própria sacada”, explicou.

Ele afirma que as autoridades estadunidenses repassaram diversas instruções para os moradores. Estoquei água e os mantimentos que foi possível, como comida enlatada e pão. Enchi a banheira com água porque a recomendação, no caso de precisarmos dar descarga ou algo similar”, diz.

Ricardo conta que ainda não havia passado por uma situação parecida, mas que está um pouco assustado com a divulgação que fizeram do furacão. “O clima aqui é de tensão. A gente que nunca passou não sabe o tamanho da coisa e, por isso, fica relaxado, mas os americanos que já passaram estão com medo porque a situação é monstruosa. Virou uma correria entre as pessoas para comprar tudo e a gente fica até um pouco perdido. São dias de tensão pura”.

Apesar do furacão já ter passado pela área onde ele vive, o vocalista afirma que ninguém está calmo e existe um medo de que o fenômeno possa retornar. “Ainda não acabou. Aqui as pessoas estão totalmente mobilizadas. O fenômeno pode até já ter passado da pior parte, mas várias pessoas estão fazendo campanhas para arrecadar produtos e ajudar o pessoal que está perdendo as coisas. Do medo, agora surge a solidariedade, até porque nos disseram que existe a possibilidade do furacão voltar”, conclui.

Autoridades
O presidente dos EUA, Barack Obama, assinou nesta quarta-feira (5) uma declaração de emergência para os estados da Flórida, Carolina do Sul e Geórgia que permite destinar ajuda federal para lidar com as “condições de emergência” provocadas pelo Matthew.

Em sua passagem pelo Haiti, o furacão Matthew (que também impactou em Cuba e Bahamas) causou pelo menos 478 mortes.

Quer acompanhar todas as noticias que acontecem em Peruíbe? Curta nossa página no Facebook

JORNAL PERUÍBE: Uma viagem pela terra da “Eterna Juventude”…

Fonte; http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2016/10/brasileiro-que-vive-na-florida-relata-passagem-de-furacao-matthew-medo.html

Uma ideia sobre “RICARDO BARROS, MORADOR DE PERUÍBE, RELATA O TERROR DO FURACÃO NA FLÓRIDA EUA – MATTHEW

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *